vesícula biliar

Você sabe qual é a função da vesícula biliar?

Pode parecer engraçado, mas muita gente que já ouviu falar na vesícula biliar, não faze ideia de sua função no organismo. Principalmente no processo digestivo. Muitas pessoas conhecem mais sobre a vesícula depois que ficam doentes, quando aparecem sintomas ou quando ouvem falar de alguém que retirou a vesícula. Afinal, qual é a função da vesícula biliar em no organismo? O que acontece ou como o organismo trabalha sem a vesícula biliar? Com a leitura deste texto, você verá o organismo com outros olhos e compreenderá melhor a importância de uma boa alimentação equilibrada e saudável.

Qual é a função da vesícula biliar?

Imagine você em determinado trabalho, por exemplo, quebrando rochas com uma picareta. Trata-se de um trabalho pesado. Agora imagine que seu empregador, certo dia, resolve adquirir uma máquina para ajudar nas rochas mais pesadas, aliviando enormemente boa parte de sua tarefa. Obviamente, você ficaria muito satisfeito. Quando são ingeridos alimentos com alto teor de gorduras, o intestino pede ajuda para fazer a digestão, como se precisasse quebrar as rochas pesadas, que são as gorduras. A assistência ao intestino vem da bile, que é um líquido amarelado com função de auxiliar na digestão da gordura. Ela é produzida pelo fígado e percorre o ducto hepático, até a vesícula biliar, onde fica armazenado. Logo após as refeições, quando liberada, a bile percorre os ductos da vesícula biliar até o duodeno (primeira porção do intestino delgado), dando continuidade ao processo digestivo.

Problemas na vesícula biliar

Quando ocorre algum problema na vesícula, como uma inflamação ou uma obstrução das vias que percorre o líquido biliar, por exemplo, os cristais iniciam o processo de formação de pequenas pedras. Os cristais são formados pelo colesterol, ou bilirrubina, que é um resquício metabólico da degradação da hemoglobina. Eles podem não ser dissolvidos naturalmente. Assim, a tendência é propagar uma patologia denominada colecistite, manifestando-se inicialmente por dor e desconforto na região do abdômen, podendo resultar em cálculos biliares, infecções e doenças autoimunes. A pedras na vesícula têm tratamento. Dependendo do estágio, faz-se o procedimento cirúrgico. A questão é: se a vesícula exerce papel importante no processo de digestão da gordura, quando retirada, como será realizado esse processo?

Como o corpo trabalha sem a vesícula

O procedimento para remoção da vesícula biliar é denominado colecistectomia. É indicado quando intervenções farmacológicas não produzem a recuperação. Provavelmente, a pessoa precisará fazer alguns ajustes no estilo de vida e hábitos alimentares, a fim de evitar problemas depois de ter a vesícula retirada. Anteriormente, logo após as refeições, a vesícula biliar liberava um pouco de bile no intestino delgado para trabalhar na quebra de gorduras. Sem a vesícula, o fígado libera parte da bile diretamente no intestino. Contudo, uma grande porção das gorduras não será digerida. Dessa forma, em alguns casos, isso pode apresentar incômodos digestivos como diarreia. Esse problema pode ser amenizado significativamente seguindo-se uma dieta adequada e adotando-se um estilo de vida saudável. Comer apenas o necessário e com qualidade, restringindo óleos e gorduras, ajuda a manter o peso adequado. Além disso, pode conservar boa a vida de uma pessoa sem a vesícula, reduzindo-se o risco de desenvolver pressão alta, doenças cardíacas, diabetes e alguns tipos de câncer. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp