phmetria

O que é e para que serve a phmetria?

O refluxo gastroesofágico é uma doença digestiva em que os ácidos gástricos existentes no estômago sobem para o esôfago, fazendo o fluxo contrário da digestão. O contato do ácido no esôfago provoca irritações e inflamações na parede desse órgão.

Como consequência, a pessoa que sofre de refluxo apresenta sintomas como azia, regurgitação, rouquidão, tosse, sensação de bolo na garganta e disfagia. Casos mais graves podem evoluir para esofagite, úlceras, estreitamento do esôfago e câncer. Um dos exames que fazem o diagnóstico do refluxo gastroesofágico é a phmetria.

Esse exame é solicitado pelo médico com o objetivo de verificar não só a presença de ácido no esôfago, como também o tempo em que o ácido permanece em contato com a mucosa no período de 24 horas, ajudando a orientar qual o melhor tratamento. O exame para medir o ácido no esôfago visa, também, identificar qual o padrão que a patologia segue, que pode ser:

  • supino: quando o paciente está deitado
  • ortostático: quando o paciente está na posição vertical (sentado ou em pé)
  • biposicional: quando o paciente está ou não deitado

O procedimento serve também para identificar a relação entre os sintomas e o refluxo, estabelecendo, assim uma relação de causa e efeito entre eles.

Quem deve se submeter à phmetria?

O procedimento é recomendado a pacientes que:

  • possuem sintomas de azia e regurgitação
  • já estão passando pelo tratamento, mas possuem sintomas típicos e não apresentam melhora

Como o exame é feito?

Apesar de ser um exame simples, ele pode causar um certo desconforto. É preciso que o paciente siga as recomendações médicas, como o jejum de 8 horas e a suspensão  do uso de alguns medicamentos.

Para sua realização, o paciente recebe anestesia local nas narinas e na garganta. Uma sonda é inserida no nariz do paciente até atingir a faringe. Então, o indivíduo deve fazer o movimento de deglutição, como se estivesse engolindo alguma coisa. Tomar goles de água, com um canudinho, pode auxiliar esse processo. Esse movimento deve ser feito até que a sonda chegue ao estômago.

A sonda possui sensores capazes de aferir o pH. Essa sonda será fixada assim que for posicionada acima do cárdia, região de transição entre o esôfago inferior e o estômago. Um aparelho que grava as informações coletadas pela sonda também será anexado.

Durante 24 horas serão coletadas informações sobre os ácidos e padrão de refluxo. O paciente deve prosseguir normalmente com suas atividades diárias. Ele receberá, também, um documento em que deve registrar toda sua rotina: horários em que dormiu e acordou, fez as refeições, o que foi ingerido em cada uma delas. Os sintomas que foram sentidos também devem ser anotados com os horários.

No dia seguinte, o paciente deve voltar ao médico para a retirada da sonda e a entrega do diário. Assim, o médico poderá analisar e correlacionar as informações coletadas pela sonda com os dados informados pelo paciente.

Durante a realização da phmetria, é necessário que o paciente siga algumas instruções, como não tomar banho para não molhar o aparelho; evitar contato com aparelhos de raio x; não ficar perto de forno microondas durante seu uso.

 

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp