Hipertensão arterial e obesidade

Hipertensão arterial e obesidade: uma relação perigosa

Você sabe qual a relação entre hipertensão arterial e obesidade? A pressão alta (hipertensão) é um problema de saúde comum que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. A obesidade também é um importante problema de saúde pública, com alta prevalência e riscos concomitantes de doenças cardíacas, diabetes, bem como distúrbios renais. Estudos mostraram que, em 2025, cerca de 1,56 bilhão de pessoas em todo o mundo sofrerão de pressão alta. Esse número representa um aumento de 60% em relação aos números dos anos 2000. O índice prevê uma epidemia de doenças cardiovasculares, uma vez que a pressão alta afeta o coração, assim como vasos sanguíneos, levando a sérios danos nos órgãos, como doença renal e ocular. De acordo com a Força-Tarefa Internacional da Obesidade, atualmente, pelo menos 1,1 bilhão de adultos estão acima do peso, incluindo 312 milhões de obesos. Esse aumento mostrou tendências semelhantes nos Estados Unidos e na Europa. Na Inglaterra, 66% dos homens e 55% das mulheres estão com sobrepeso ou obesos.

Riscos da obesidade

A obesidade tem sido associada a várias condições cardíacas como, por exemplo, doença cardíaca coronária, insuficiência cardíaca e diabetes mellitus tipo 2, juntamente com pressão alta. Estudos têm mostrado que o aumento de pessoas com pressão alta é visto em conjunto com um aumento dramático na prevalência de sobrepeso e obesidade. Aproximadamente 60% de todos os diabéticos aumentaram o peso corporal. A obesidade abdominal adicional, por sua vez, é causa de risco mais alto devido à alta taxa de fluxo de ácidos graxos e hormônios no fígado a partir dos depósitos de gordura abdominal. Assim, a circunferência da cintura e a relação cintura/quadril são marcadores substitutos da obesidade abdominal ou visceral. Podem prever ataques cardíacos, doenças cardíacas e diabetes com mais precisão do que o índice de massa corporal (IMC). A obesidade é uma das principais causas de hipertensão. Esse risco foi estimado pelo Framingham Heart Study, que sugere que aproximadamente 78% dos casos de hipertensão nos homens e 65% nas mulheres podem ser atribuídos diretamente à obesidade.

Pressão arterial e IMC

Após a triagem de quase 1 milhão de americanos, observou-se uma relação direta entre pressão arterial e IMC. Os estudos também mostram uma relação direta entre o IMC e a pressão arterial sistólica e diastólica. Essa relação também é válida para crianças, bem como adolescentes obesos. A obesidade abdominal tem sido associada à hipertensão nos estudos. Além disso, a conexão com pressão alta também ocorre com a distribuição de gordura corporal na obesidade. O Framingham Heart Study revelou que um ganho de peso de 5% aumenta o risco de hipertensão em 30% em um período de quatro anos. No entanto, a perda de peso reduz a pressão arterial.

Como a obesidade aumenta o risco de pressão alta

Em indivíduos obesos, o coração precisa trabalhar muito para bombear o sangue por todo o corpo. Isso ocorre como resultado de substâncias gordurosas acumuladas nas artérias. Essa condição é chamada hipertensão, ou seja, a pressão arterial nas paredes internas das artérias é muito alta. Indivíduos que apresentam obesidade abdominal, com gordura corporal acumulada nessa área, provavelmente desenvolverão hipertensão. Vários distúrbios cardíacos podem ocorrer quando o coração trabalha consistentemente sob pressão aumentada. A doença cardíaca hipertensiva é a causa número 1 de morte associada à pressão alta. Inclui um grupo de distúrbios, como insuficiência cardíaca, cardiopatia isquêmica e hipertrofia ventricular esquerda (espessamento excessivo do músculo cardíaco). Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp