hérnia de hiato

Hérnia de hiato: Sintomas, causas e tratamento

A hérnia de hiato é um problema comum, mas muitas pessoas não sabem do que se trata. Essa condição é caracterizada pela protrusão do estômago na cavidade torácica por meio de uma abertura no diafragma, chamada hiato. O diafragma é um músculo que divide a cavidade abdominal da torácica. Nele, há uma abertura onde ocorre o ponto de ligação entre o tubo alimentar e o estômago, a qual recebe o nome de hiato. Existem alguns ligamentos que são responsáveis por manter cada estrutura em seu lugar, dentro da cavidade abdominal. Porém, se esses músculos enfraquecerem, o estômago pode atravessar o orifício, provocando a hérnia. O nome que a doença leva, a faz parecer assustadora e grave. Entretanto, com a informação certa fica mais fácil lidar com o problema e até procurar ajuda. Por isso, vamos abordar neste artigo quais são as causas, sintomas e tratamento da hérnia hiatal. Acompanhe.

Causas da hérnia de hiato

As causas de hérnia hiatal ainda não são conhecidas. O que se sabe é que existem determinados fatores de risco que contribuem para o surgimento do problema. Em geral, aparece com mais frequência em pessoas acima dos 50 anos de idade ou com excesso de peso. O que ocorre é que a pressão feita sobre o estômago, muitas vezes provocada pelo excesso de peso corporal, está relacionada com o enfraquecimento dos músculos em torno do hiato e isso dá vazão para que a hérnia se forme. Mas isso não é restritivo dessa população. Há registro de pessoas com baixo peso e com menos idade afetadas pela doença.

Sintomas

Algumas pessoas acometidas pela hérnia de hiato nem sabem que a possui, uma vez que elas podem não apresentar qualquer tipo de sintoma. Geralmente, isso ocorre em hérnias menores. Já as maiores, podem causar alguns incômodos. São eles:
  • dificuldade para engolir,
  • azia (pior quando o indivíduo se curva ou deita para frente),
  • arrotos constantes,
  • dor no peito,
  • fadiga.
A hérnia em si, na verdade, provoca o chamado refluxo gastroesofágico. É ele que tem como resultado esses sintomas relacionados acima. Então, é bem constante que a pessoa descubra a hérnia ao buscar ajuda para o refluxo.

Diagnóstico e tratamento

Quando sentir os sintomas e for atrás de ajuda médica, primeiramente faça uma análise da progressão do problema. Analise por quanto tempo está sentindo o incômodo, qual o nível de intensidade e pense se tomou algum medicamento sem controle. Esse tipo de informação vai ajudar o médico a chegar ao diagnóstico mais rápido. Se o especialista desconfiar da presença da hérnia hiatal, vai indicar exames como o raio x do trato digestivo superior ou a endoscopia. Confirmado o diagnóstico, o tratamento da hérnia pode envolver a administração dos sintomas, prevenção de complicações ou cirurgia. Normalmente, o controle dos sintomas é realizado com uso de medicamentos para amenizar o refluxo e diminuir ou neutralizar a produção de ácido pelo estômago. Já os casos cirúrgicos compreendem as emergências ou pacientes que não obtiveram um bom resultado apenas com o tratamento medicamentoso. O especialista pode considerar realizar a herniorrafia hiatal, cirurgia para o tratamento desse tipo de hérnia, com a cirurgia de correção do refluxo gastroesofágico. Uma vez não tratada, a hérnia de hiato pode ter consequências como obstrução da hérnia, sangramento interno lento, que pode levar à anemia, entre outras. Sendo assim, quando sentir os sinais, procure um especialista de confiança. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp