cirurgia bariátrica

Como é a dieta após a cirurgia bariátrica?

Após passar pela cirurgia bariátrica, o paciente precisa aderir a um novo estilo de vida, promovendo mudanças na alimentação e iniciando a prática de atividades físicas. Dessa forma, alcançará a perda de peso esperada.

No entanto, antes de retomar as atividades normais, é necessário realizar uma dieta específica, que visa facilitar a adaptação do organismo à nova realidade. Neste post, explicaremos como funciona esse período de restrição alimentar.

Dieta líquida – Do 1º ao 15º dia após a cirurgia bariátrica

A dieta líquida é a primeira fase da alimentação imediatamente após a cirurgia bariátrica. Nesta etapa, só devem ser consumidos alimentos na forma líquida e em pequenas quantidades, algo próximo a 150 ml.

Ademais, o paciente precisa se alimentar a cada duas horas, realizando um total de seis a oito refeições por dia. Esta alimentação é subdividida em duas fases: dieta de líquidos claros e dieta líquida completa. 

  • dieta de líquidos claros: é realizada nos primeiros sete dias do pós-operatório e visa manter o paciente hidratado e readaptar o trato digestivo. Nesta etapa, é possível ingerir sopas e caldos de legumes coados, chás de camomila ou erva-doce e água de coco;
  • dieta líquida completa: após a primeira semana, o organismo já se readaptou, permitindo a introdução de alimentos mais cremosos, como iogurtes, leite, gelatina e sopas batidas no liquidificador.

Além disso, o paciente precisa ingerir lentamente os alimentos e sem o uso de canudos. Ainda, a ingestão de água é imprescindível, sendo recomendado o consumo de até 100 ml por dia.

Dieta Pastosa – Do 16º ao 45º dia depois da cirurgia

A dieta pastosa deve começar cerca de 15 dias após a cirurgia bariátrica. Nesta fase, o paciente pode ingerir apenas alimentos pastosos, tais como, cremes de legumes, mingaus, purês de frutas, legumes ou de proteínas, vitaminas batidas com suco de soja ou água.

Ainda, a introdução dos alimentos pastosos permite que o paciente volte a mastigar os alimentos. Por exigir um tempo maior de adaptação, essa etapa pode se estender pelo período de até 30 dias.

Ademais, na dieta pastosa, o paciente precisa consumir cerca de 75 g de proteínas por dia, respeitando o volume máximo diário de 200 ml. Além disso, é importante evitar a ingestão de líquidos durante as refeições.

Dieta Branda – Do 45º dia até o 60º dia do pós-operatório

A dieta branda é a penúltima etapa do período de readaptação da cirurgia bariátrica e serve como a preparação final para a introdução de alimentos sólidos. Ao chegar nesta fase, o paciente já reestabeleceu o processo de mastigação.

Contudo, os alimentos ingeridos na dieta branda devem estar bem cozidos, facilitando a ingestão. Nessa etapa, é recomendado o consumo de arroz e legumes, carnes magras macias ou desfiadas e frutas sem casca ou bagaço.

Dieta Normal – A partir do 2º mês após a cirurgia

Depois dos primeiros 60 dias após a cirurgia bariátrica, o paciente tende a estar apto para retomar a alimentação sólida. Porém, as refeições ainda precisam ser em pequenas quantidades, podendo dividi-las em seis momentos distintos.

Ademais, na dieta normal, está permitida a introdução de alimentos bem cozidos, pobres em gorduras e sem açúcar, como, por exemplo, legumes, verduras, leite, queijos cottage ou ricota, carnes vermelhas magras, peixes desfiados, ovos mexidos, chás e sucos diluídos.

Além disso, é necessário ingerir, pelo menos, dois litros de água por dia para manter o corpo hidratado. Porém, só deve ser consumida entre as refeições e não durante. Assim, o paciente recebe todo o aporte calórico exigido pelo organismo.

Por fim, todas essas etapas do pós-cirúrgico precisam ser acompanhadas pelo médico responsável e pelo nutricionista. Ademais, após passar pela dieta da cirurgia bariátrica, pode ser necessário realizar a suplementação vitamínica e a adoção de outros cuidados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp