câncer de estômago

Câncer de estômago: causas, sintomas e tratamentos

O câncer no estômago é determinado pelo crescimento de células cancerígenas no interior do revestimento estomacal. Também conhecido como câncer gástrico, é considerado como difícil de ser diagnosticado, uma vez que a maioria das pessoas não costuma apresentar os sintomas da doença em seus estágios iniciais.

Em comparação com outros tipos de câncer, aquele que ocorre no estômago é considerado raro. Por outro lado, é tido com mais perigosos, especialmente devido à dificuldade do diagnóstico inicial. E essa característica pode levar a outras complicações, pois permite que ele tenha tempo para se espalhar para outras partes do corpo.

Saiba quais são as causas e os principais tipos de tratamentos para essa doença a seguir!

Causas

Normalmente, o câncer de estômago surge quando as células saudáveis do sistema digestivo tornam-se cancerosas e proliferam sem controle, dando início a formação de um tumor. Esse é um processo que tende a ocorrer muito lentamente, sendo que, em alguns casos pode ocorrer durante anos.

Fatores genéticos, infecções estomacais provocadas pela bactéria Helicobacter Pylori, ingestão exagerada de vinagre e alimentos em conserva, assim como úlceras e gastrites crônicas são algumas condições que têm relação com a doença.

Sintomas do câncer de estômago

Em sua fase inicial, o câncer de estômago pode causar sintomas como:

  • Perda de apetite;
  • Náuseas;
  • Inchaço após as refeições;
  • Indigestão.

Importante: Sinais de azia e indigestão após uma refeição não significa que a pessoa tenha um câncer estomacal. Mas é importante procurar um médico para avaliar os sintomas e tratar a condição.

À medida que ocorre o crescimento do tumor estomacal, os sinais se tornam mais complicados e mais variados:

  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Inchaço no estômago;
  • Pele e olhos amarelados;
  • Vômitos;
  • Sangue nas fezes;
  • Dores no estômago;
  • Dificuldade para engolir;
  • Diarreia;
  • Fraqueza ou cansaço.

Tratamentos recomendados

Tradicionalmente, o tratamento para o câncer de estômago pode fazer uso de um ou mais dos recursos seguintes:

  • Cirurgia;
  • Radioterapia;
  • Quimioterapia
  • Imunoterapia, como medicamentos e vacinas.

O plano de tratamento vária de caso para caso, pois é preciso avaliar a origem do câncer, o estágio de seu desenvolvimento, a idade e as condições de saúde do paciente.

Além de promover o tratamento das células cancerígenas, os tratamentos apontados acima também têm como objetivo evitar que as células afetadas se espalhem por outras regiões. Nesse caso, quando não é tratado corretamente o câncer de estômago também pode afetar:

  • Fígado;
  • Ossos;
  • Lifonodos;
  • Pulmões.

Prevenção

O câncer de estômago, especificamente, não pode ser prevenido sozinho. Entretanto, a pessoa pode adotar algumas medidas e ações que podem ajudar a evitar todos os tipos de cânceres:

  • Manter uma dieta saudável e com baixo teor de gordura;
  • Manter o peso ideal;
  • Evitar o fumo;
  • Praticar exercícios físicos regularmente.

O câncer de estômago é um problema de saúde que exige cuidados especiais e um acompanhamento médico especializado. Manter a rotina de consultas e procurar ajuda especializada sempre que perceber algo diferente é muito importante para que o tratamento possa ser iniciado o quanto antes e, dessa forma, ser mais efetivo.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp