cirurgia bariátrica

A importância do apoio da família após a cirurgia bariátrica

Por acarretar em mudanças de comportamento bruscas dentro de casa, o apoio da família é extremamente importante para o candidato à cirurgia bariátrica — tanto antes quanto depois do procedimento cirúrgico.

Algumas vezes, o apoio familiar não é dado, seja devido a falta de informação ou de consciência do fato de que a obesidade é uma doença crônica e de que, em muitos casos, a cirurgia bariátrica é necessária por ser a única forma de tratamento viável.

No entanto, é importante salientar que o paciente é o maior responsável por se adequar à essas modificações após a operação.

A influência familiar na vida do paciente

Na grande maioria dos casos, os maus hábitos alimentares do obeso são os mesmos da família. Em virtude disso, é preciso que a família esteja aberta e ciente de todas as modificações que serão necessárias após a cirurgia.

Inclusive, esse é um dos motivos de alguns pacientes realizam suas primeiras consultas sem comunicar aos familiares. Entretanto, o motivo principal talvez seja o constrangimento relacionado à possíveis críticas que serão sofridas.

Assim, o paciente precisa mostrar a sua família que a obesidade é uma fator de risco muito grande para o surgimento de doenças como diabetes e hipertensão, por exemplo.

Por outro lado, paciente bariátrico recebe o devido apoio familiar, é gerado um ambiente benéfico e que facilita bastante para que os resultados sejam obtidos.

Ademais, também é necessário que a família faça uma consulta com o psicólogo da equipe multidisciplinar, a fim de que o paciente receba a liberação para a intervenção cirúrgica.

Como a família pode ajudar o paciente antes e após a cirurgia

A mudança nos hábitos alimentares do membro da família submetido a cirurgia tende a trazer benefícios para todos que decidirem apoiá-lo e acompanhá-lo nessa nova jornada.

Além disso, outra vantagem é que, dessa forma, o paciente se manterá sempre motivado e conseguirá seguir com o tratamento com menos complicações.

A seguir, confira algumas dicas de como a família pode auxiliar o paciente antes e após a cirurgia.

Antes da operação

  • Sempre que possível, acompanhar o paciente nas reuniões e nas consultas antes da cirurgia, além de procurar informações sobre o procedimento cirúrgico, pois dessa forma o paciente se sentirá mais seguro;
  • No período de internação, a família deve incentivar sempre o paciente a seguir as orientações médicas e demonstrar boa vontade para ajudar o paciente no que ele precisar, como, por exemplo, em relação aos cuidados com a higiene pessoal.

Depois da operação

  • Após a cirurgia bariátrica o paciente pode sentir falta de apetite. Nesse momento, hora do familiar convencê-lo a se alimentar mesmo sem vontade;
  • Após receber alta do hospital é de suma importância que o paciente faça caminhadas todos os dias, de acordo com as orientações que ele recebeu do médico. Se possível, é bom o acompanhar nessa atividade física.

A cirurgia bariátrica provoca muitas mudanças na vida do paciente, sobretudo a inclusão de atividades físicas em sua rotina e as alterações radicais nos hábitos alimentares. Assim sendo, os familiares são imprescindíveis que ele obtenha os resultados desejados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp