cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é reversível?

De uns tempos para cá, o número de brasileiros que optou pela cirurgia bariátrica com o objetivo de facilitar a perda de peso cresceu significativamente. Nesse quesito, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Metabólica e Bariátrica (SBCBM) revelou que o crescimento foi de 84,73%.

Embora essa procura seja substancial, algumas dúvidas ainda pairam sobre esse procedimento, que é tido como a solução para muita gente quando se trata de bem-estar, saúde e autoestima. Por exemplo, algumas pessoas ainda não sabem se esse procedimento é reversível ou não. Então, a fim de esclarecer o questionamento, explico mais neste artigo. Leia!

O que é cirurgia bariátrica?

Esse é o procedimento cirúrgico, cuja finalidade é reestabelecer o peso adequado do paciente, a partir da redução da capacidade do organismo, no que diz respeito à absorção de calorias. Consequentemente, a metodologia também ajuda a diminuir a morbidade e mortalidade gerada pela obesidade.

Portanto, ressaltamos que o seu objetivo não é meramente estético, uma vez que a técnica também ajuda a evitar o surgimento e desenvolvimento de patologias associadas. Além disso, o cirurgião trabalha em conjunto com outros profissionais da área da saúde, porque a avalição do candidato à cirurgia é multidisciplinar.

No que tange aos formatos de procedimentos bariátricos, também destacamos a cirurgia metabólica. Pois, mesmo que a finalidade dessa metodologia não seja a perda de peso, ela é fundamental quando se trata de ajudar pacientes diabéticos obesos a reduzirem o índice glicêmico. O lado positivo é que nessa operação são utilizados métodos menos invasivos, quando a comparamos com a bariátrica focada na redução de peso.

Quem pode fazer?

Os benefícios pós-cirúrgicos são inegáveis, no entanto, para se submeter o paciente precisa cumprir alguns critérios muito importantes, além de, é claro, estar acima do peso. Primeiramente o candidato precisa apresentar Índice de Massa Corporal (IMC) superior a 40 kg/m², independentemente de comorbidades.

Nesse sentido, também há outros critérios relacionados ao IMC, ou seja, 35 e 40 kg/m² é válido no caso de presença de comorbidades e 30 e 35 kg/m² com comorbidades e classificação grave.

No que tange à idade, o processo também é restritivo, já que é preciso ter entre 18 e 65 anos para passar pelo procedimento cirúrgico. Em algumas situações, os adolescentes se qualificam, mas isso não é regra, uma vez que eles ainda estão em processo de desenvolvimento.

Quem não pode fazer?

Geralmente, os candidatos cardíacos, assim como os portadores de outras patologias que possam comprometer a operação, não se qualificam. Da mesma forma, os alérgicos às substâncias utilizadas em todo o processo, durante e depois da cirurgia.

Além desses, os candidatos que apresentam instabilidade emocional, fazem uso de antidepressivos, drogas ou álcool também não se enquadram no grupo de pessoas aptas, uma vez que essas condições podem comprometer o sucesso da operação em determinado momento.

A idade também é um quesito que pede cautela, por isso as crianças e os adolescentes não estão aptos, salvo em casos especiais.

A cirurgia bariátrica é reversível?

A resposta é sim. Portanto os pacientes que passaram por ela podem se submeter a um outro procedimento para restaurar a anatomia do aparelho digestivo. Contudo apenas alguns tipos são reversíveis e isso pode ser perigoso.

Normalmente, essa técnica é indicada quando o paciente sofreu ação colateral que não pode ser corrigida por outro método. Ou seja, no caso de problemas metabólicos graves, problemas estomacais extremos, deficiência nutricional, diarreia não tratada.

Isso quer dizer que a redução da cirurgia bariátrica é extremamente delicada, porque os tecidos e órgãos ficam fragilizados por já terem sido manipulados. Então, antes de o paciente pensar nessa possibilidade, é fundamental que ele converse com o seu médico.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como cirurgião do aparelho digestivo em Ilha Solteira e Barretos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp